Skip to content

Quintal Di Casa Posts

REDES

Tem uns dias que dá na gente uma preguiça né? Uma vontade de ficar literalmente de pernas para o ar…sem pensar nos problemas do dia a dia! E acho que para curtir momentos como esse uma rede em belo jardim é uma ótima pedida. A vida da gente é tão corrida que merecemos esses momentos de descanso e sossego.

Parte da decoração da casa brasileira é composta por utensílios que remetem à época de formação do país. Entre eles está a rede de balanço, também conhecida como rede de dormir ou rede de descanso em algumas regiões do Brasil. A origem dela, de acordo com relatos históricos, está ligada aos índios, que entrelaçavam o cipó e a liana, espécie de trepadeira, para fabricar o chamado hanaka, usado para o repouso.

Na época da colonização, a técnica dos índios foi incorporada pelas mulheres dos colonos que fabricavam redes com franjas para servir como meio de descanso e objeto de decoração. Com o tempo, elas se desenvolveram e se adaptaram aos novos ambientes e às possibilidades de manufatura. Hoje, além das tradicionais redes de algodão, é possível encontrar opções feitas com materiais recicláveis e sintéticos, como o nylon e a lona.

Os desenhos, cores e tecidos são os mais variados possíveis. E as maneiras como elas são “dependuradas” também podem variar muito, isso vai depender do seu espaço e do seu estilo.

4rede

banco-e-rede-area-de-lazer

files_4178

hammock4

peoniesforhome

REDE- CASA E JARDIM

rede no jardim

redenojardim

redenojardim11

suporte-para-redes

ASPARGO-PLUMA OU RABO-DE-GATO

Eu sou muito fã dessa plantinha, acho que seu formato dá um charme todo especial ao jardim.

Com aspecto de pluma, este aspargo conquistou os jardins brasileiros. É uma bela folhagem, composta de vários ramos, com folhas em forma de espinhos e pseudofolhas em forma de agulha, que se distribuem de maneira uniforme por toda a extensão da “pluma”.

De aspecto delicado, é uma planta relativamente rústica, que pode ser plantada em vasos e jardineiras, bem como adornando canteiros e conjuntos. Você pode usar também como forração de vasos maiores. As flores brancas e pequenas tem importância ornamental secundária.

O aspargo-pluma deve ser cultivado à meia-sombra, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares. Tolerante ao frio. Atinge de 50 a 70cm de altura.

Nome Científico: Asparagus densiflorus / Origem: África do Sul

1

76_Asparagus%20Densiflorus%20meyers

25382_20120427T235728_0_jpg_1024x1024_q85

69031806758082453_mweePjJ1_c

Asparagus-densiflorus-Meyers

asparagus-densiflorus-meyersii_medium

aspargo

ASPARAGUS DENSIFLORUS MEYERSII

rabo_de_gato_11

BELOS CANTEIROS

Desde que deixou de ser nômade e fixou moradia, a humanidade adquiriu o hábito de utilizar canteiros próximos de casa para cultivar plantas. Tanto que pinturas rupestres datadas da pré-história mostram canteiros de ervas e temperos ao lado das cavernas.

Os canteiros são os grandes responsáveis pela forma e o estilo do jardim e , por isso, merecem lugar de destaque em qualquer projeto paisagístico. Para planejar os pontos do jardim que receberão canteiros, uma dica é desenhar na planta baixa do terreno. Deve-se primeiro definir os caminhos – eles ligarão a casa ao portão, à churrasqueira, à piscina e a outras estruturas – e depois colocar o canteiro junto a eles.

O ideal é que os caminhos sejam sinuosos, para parecem naturais, e mostrem o jardim aos poucos. Assim, o visitante sempre encontrará surpresas ao longo do trajeto.

Nos canteiros encostados em muros ou outras estruturas, é preciso cuidado ao dispor as plantas. Para criar um efeito agradável, elas devem ser plantadas em ordem crescente. Já em canteiros no centro do jardim, o ideal é plantar espécies em forma de pirâmide, ou seja, usar a planta maior no centro e as menores no entorno.

0,,43985037,00

25

canteiros-de-flores-9-615x390

canteiros-de-jardim-dicas-16

canteiros-de-tulipas-e-primulas-em-holland-park-em-londres-1341247212591_800x430

flower-beds-53965_640

front4l

hollandpark-jardimjap-01

p1-700578 untitled